Neurorregeneração e nutrição

Atualizado: 2 de Set de 2020

Adorei participar mais uma vez do 32º Congresso Internacional de Prática Ortomolecular, especialmente numa mesa e nesta temática relevante e apaixonante ao lado de colegas e amigos sensacionais.



A neuroproteção se refere a mecanismos e estratégias usados para proteger os neurônios contra danos decorrentes de enfermidades que afetam o sistema nervoso central, como doenças neurodegenerativas, derrames ou isquemia cerebral, e morte neural em áreas relacionadas ao hipocampo, e outras. Neste contexto, a estratégia nutricional tem como objetivo prevenir a progressão da doença e danos secundários ao evitar danos cerebrais irreversíveis. A literatura aponta uma dieta no estilo do mediterrâneo ou plant based como protetora.


Preservar o bom estado nutricional e qualidade da dieta são fundamentais na prevenção. Já, para patologias instaladas há necessidade de diminuir a inflamação, melhora da microbiota intestinal, perfil antioxidante e de destoxificação de metais pesados, como o alumínio.

Muitas vezes há necessidade da prescrição nutricional personalizada de nutrientes, compostos bioativos e aminoácidos para a promoção da qualidade de vida do paciente. Há destaque para enzimas digestivas, resveratrol, cúrcuma, romã, ômega 3, probióticos, siliciumax, coenzima Q10, glic